Igualdade/Equidade de Género

  • A equidade é muito mais que emponderamento das mulheres, ela trata de igualidade de opurtunidades e direitos. Trata-se de um direito Humano e da identidade.
  • O Acesso igual à Educação, Saúde, Direito, Participação e Recursos” não se refere apenas ao acesso físico, refere-se sempre à inclusão dos ambos sexos, a possibilidade da livre escolha para mulher e homem.

Acesso igual — o que quer dizer?

  • Acesso- Acesso a recursos, saúde, informação /educação;
  • participação (=integração / inclusão) – em debates e decisões;
  • Direitos – mesmos direitos para ambos géneros = devem ser tratados de maneira igual como qualquer outra pessoa;
  • Valores socialmente determinados-papel social“: o que importa é, que tanto homens e mulheres partilhem conjuntamente os trabalhos do dia-a-dia e decidam quem faz o quê decidir de forma livre e voluntária.
  • Igualdade- A igualdade significa, que tanto o homem como a mulher são respeitados e remuneradas tendo como base as suas capacidades e sucessos, independentemente do seu sexo.

Estereótipos de Género

  • Estereótipos de Género: Referem-se a atributos pessoais, ou seja, abarcam propriedades físicas, características de personalidade e padrões de comportamento, e são essencialmente estruturas cognitivas organizadas que facilitam a categorização e simplificação do ambiente social.
  • Os estereótipos de género afectam a realização de direitos assim como podem prender homens e mulher, meninas e meninos em comportamentos que os impedem de desenvolver todo o seu potencial.
  • Os estereótipos de género afectam a realização de direitos assim como podem prender homens e mulher, meninas e meninos em comportamentos que os impedem de desenvolver todo o seu potencial.

Género na Educação

  • Em Moçambique ha uma grande disparidade de gênero na participação das raparigas no ensino comparado com os rapazes.
  • As desigualdades de género na educação são explicadas por diferentes factores:
  • Fatores de procura- que influenciam a educação da rapariga e que resultam da combinação de estruturas económicas e socioculturais onde se destaca a pobreza e as percepções sobre o papel da educação.
  • Factores da Oferta- São as barreiras inerentes ao próprio sistema de educação e estão relacionadas com a qualidade de serviços oferecidos, as escolas, os professores.