Módulo 3 | Métodos de Ensino-Aprendizagem da Oralidade

Aula 4 | Situações de Comunicação

Situações de comunicação


Como criar situações de comunicação nas aulas de oralidade em língua materna?

Preste atenção às sugestões que a seguir se apresentam:

Se a língua é essencialmente comunicação, esta, ao ser usada em situações concretas de comunicação, revela, para além da intenção do falante, o seu grau de competência comunicativa. Assim sendo, o trabalho pedagógico-didáctico da sala de aula deverá incidir, sobretudo, na promoção do uso efectivo de uma língua prática, autêntica, real e verdadeira, incidindo no desenvolvimento de todas as competências necessárias à comunicação. O professor pode incentivar os alunos a criarem situações de comunicação através de:


a) Topicalização: Consiste na sugestão de temas para os alunos apresentarem. Por exemplo, nas classes iniciais, o professor pode escrever, no quadro, o tema que cada aluno irá apresentar ou que o grupo irá discutir. Já em classes intermediárias e avançadas, o professor incentiva os alunos a escreverem os temas/tópicos a discutir ou a expor, as palavras-chave de cada assunto. Esta abordagem visa enriquecer o ambiente literário e ajudar os alunos a compreenderem que a oralidade e a escrita estão relacionadas.


Actividade 4
Técnica didáctica Interacção em pequenos grupos de línguas.
Conteúdo Escrita rápida induzida - Topicalização.
Habilidades a desenvolver no(a) formando(a):
  • Aprimora a habilidade oral através de debates acerca de diferentes temas transversais emergentes no contexto escolar;
  • Relaciona as habilidades oral e escrita no contexto de ensino de línguas;
  • Sintetiza, por escrito, os pontos-chave consensualizados em conjunto.

b) Exposição: Compreender a apresentação de um conjunto de informações novas a um público-alvo, num determinado tempo. O aluno prepara um tema (por exemplo, a tecelagem da peneira, formas de trançar o cabelo, o jogo de neca, como trabalhar com o barro, a armadilha para caçar animais, etc.) para apresentar aos seus colegas. Enquanto o aluno expõe, os outros vão fixando as ideias principais da exposição ou tomando notas por escrito, de aspectos que, no fim, possam ser objecto de comentário ou discussão.


c) Debate: O grupo discute sobre um tema previamente seleccionado, decorrendo dentro de um tempo limitado. Um moderador controla e orienta o decurso do debate. Os alunos, de forma ordeira, formulam e apresentam os seus pontos de vista; o moderador vai animando o debate e sintetizando as ideias ou as conclusões apresentadas. Nesta actividade, o aluno defende os seus pontos de vista, reformula o seu discurso.


d) Roda de conversa: Para trabalhar a Roda de conversa, o professor orienta os alunos para se deslocarem à comunidade e recolherem informação sobre um determinado assunto importante da comunidade. O/a aluno/a conversa com pessoas mais idosas da comunidade para ouvir histórias em sua língua materna. Esta informação será apresentada ao professor para que dela se desenvolva numa Roda de conversa na sala de aula. As rodas de conversa são uma ferramenta muito valiosa para o desenvolvimento da oralidade (ouvir e falar) e são uma plataforma para a valorização da cultura e dos saberes locais.


e) Mesa-redonda: Discussão sobre um tema feito por um grupo reduzido de elementos e orientada por um moderador/animador. Aqui, um grupo de alunos (por exemplo quatro) debruça-se sobre um tema, apresentando cada um o seu ponto de vista. Os restantes colegas acompanham as intervenções e depois fazem perguntas. Esta actividade requer uma preparação prévia de todos os intervenientes, especialmente do moderador/animador.


f) Reconto de histórias ouvidas: O/a aluno/a reconta a história ouvida para os colegas na sala de aula ou nas rodas de conversa na comunidade. Os outros podem comentar o grau de fidelidade do texto oral do colega (se a história for do conhecimento comum) e/ou levantar questões. Nos níveis iniciais e intermédios, o professor pode depois propor um tipo de escrita colectiva/elaboração conjunta. Por exemplo, o professor pode ir fazendo perguntas aos alunos sobre os pontos principais da história e ele mesmo, ou os alunos, faz o registo no quadro ou noutro material. Esta actividade desenvolve a habilidade de saber ouvir.


g) Narração de acontecimentos: Numa roda de conversa ou na turma, o(a) aluno(a) conta uma situação que tenha vivenciado num passado recente ou já passado algum tempo. A situação, de preferência, deve ser útil para o bem-estar e concórdia colectiva, isto é, situações das quais se pode aprender algo de útil. Esta actividade desenvolve a habilidade de saber ouvir, saber sequenciar os momentos do acontecimento.


h) Perguntas e respostas: Perguntas e respostas é uma das estratégias para o desenvolvimento da oralidade. Ela consiste em o/a(s) aluno/a(s) fazerem perguntas uns aos outros sobre um determinado assunto. Pode ser acerca de um texto lido, uma história contada, um acontecimento relatado, etc. Esta actividade desenvolve no(a) aluno(a) a habilidade de saber formular perguntas.


i) Canções: As canções são a expressão artística mais presente no desenvolvimento da oralidade. Por isso, usar canções no ensino da oralidade na sala de aula constitui uma mais valia. O/a(s) aluno/a(s) entoam canções de compositores renomados e não só. Mas, mais produtivas ainda são as canções populares, pois são de domínio colectivo e delas se pode aproveitar o vocabulário para a componente didáctica. As canções permitem movimentos, são mobilizadoras e contribuem para a transformação e desenvolvimento do aluno. São estabilizadores emocionais; promovem os processos de expressão e comunicação; estimulam a ordem, harmonia, organização e compreensão.


Actividade 5
Técnica didáctica Interacção em pequenos grupos de línguas.
Conteúdo Planificação de aulas de oralidade.
Habilidades a desenvolver no(a) formando(a):
  • Planifica aulas sobre expressões formais e informais de saudação em línguas moçambicanas para o ensino primário;
  • Simula aulas sobre expressões formais e informais de saudação em línguas moçambicanas.

Assista à Videoaula

Nota: O conteúdo deste vídeo contém o mesmo conteúdo do texto do Manual