Módulo 4 | Métodos de Ensino-Aprendizagem da Leitura e da Escrita

Aula 4 | A escrita de Desenvolvimento

A escrita de desenvolvimento

A escrita de desenvolvimento constitui a fase de produção escrita que exige maior empenho do aluno. É a fase em que o aluno deve, por iniciativa própria ou por orientação do professor, produzir diferentes tipos de textos. Também se exige do aluno maior criatividade, o que significa que deve mobilizar o maior número possível de habilidades e conhecimentos de língua. Há várias técnicas didácticas usadas para a prática de escrita de desenvolvimento como, por exemplo, o ditado, iniciadores de frase ou de texto, pistas narrativas ou narrativas moldura, (re)criação de textos e a redacção conjunta/colectiva.

Iremos demonstrar na prática, através de actividades, como algumas destas técnicas podem ser usadas para desenvolver a escrita.


(Re)criação de Textos

(Re)criação de textos é uma técnica didáctica muito rica para a escrita de desenvolvimento. Desenvolve habilidades de compreensão e expressão escrita. Através dela, pode-se trabalhar conteúdos como a morfologia (verbal e nominal), o léxico e expressão escrita livre. Pode-se recriar poemas, advinhas, histórias, etc.


Procedimento didáctico:

A partir de um poema, estrofe ou verso (dependendo do nível dos alunos), produz-se um novo texto, trocando algumas palavras do texto fonte. Todavia, o texto resultante tem que trazer, mais ou menos, a ideia que o texto fonte tenta passar.

Veja-se o seguinte exemplo em Português:

Texto fonte
Meu amor, meu amor
Por ti amor, me dói o coração
Quem me dera estares aqui!
...
Texto (re)criado
Minha avó, minha avó
Por ti avó, a saudade me parte o coração
Quem me dera voar para aí!
...

Assim se pode proceder com outros tipos de textos, abrindo espaço para a criatividade, espontaneidade, desenvolvimento lexical, expressão livre e aberta do aluno.

Nas classes iniciais, podem usar-se textos pequenos produzidos na língua materna dos alunos para estes os recriarem.

Texto em Ciyaawo

Wune ngudya wugadi ni cisambula.

Cisambula ca kaadi, wugadi we swela.

Cisambula ca kunoong’a kobasi/ nnoope!


Já viu como funciona a técnica de recriação de textos e certamente percebeu que a mesma exige criatividade e espontaneidade. Na actividade que se segue, você vai praticar esta técnica.


Actividade 6
Técnica didáctica Interacção aos pares ou em pequenos grupos de língua.
Conteúdo Recriação de textos - Poemas Paralelos.
Habilidades a desenvolver no(a) formando(a):
  • Recria textos a partir de partes ou de um texto escrito;
  • Incrementa o vocabulário da língua moçambicana por meio da busca de palavras sinónimas;
  • Aprimora a leitura e recitação de poemas em línguas moçambicanas.

Narrativas Moldura

As narrativas moldura ou pistas narrativas são uma técnica didáctica que espevita a construção de textos narrativos, principalmente histórias e contos. Também espevita a criatividade, porém com pendor para a recontagem da história original.


Procedimento didáctico:

O exemplo que se apresenta a seguir visa ajudar o aluno na consolidação da técnica de narrativa moldura para a recontagem de uma história contada pelo professor ou pelos colegas.


O senhor Coelho e a senhora Zebra eram amigos. Certo dia, a senhora zebra convidou o coelho para um almoço em sua casa. O coelho foi à casa da zebra. Os dois amigos almoçaram, cantaram e dançaram. No dia seguinte, o coelho retribuiu o convite da amiga. A zebra foi à casa do coelho, mas o amigo não estava. Zangada, a zebra voltou para casa, e nunca mais quis saber do coelho. Ciente do erro cometido, o coelho foi pedir desculpas à zebra. A zebra perdoou e voltaram a ser amigos.

O senhor Coelho e a senhora Zebra eram _______________. Certo dia, a senhora zebra convidou _______________ almoço em sua casa. _______________ Os dois amigos almoçaram, _______________. No dia seguinte, o coelho _______________. A zebra foi à casa do coelho, mas o amigo não estava. _______________, a zebra voltou para casa, e nunca mais quis saber do coelho. _______________, o coelho foi pedir desculpas _______________. A zebra _______________.


Há variadíssimas formas de se usar esta técnica, mas sempre tendo em conta a faixa etária e o nível dos alunos.


Redacção Conjunta/Colectiva

A redacção conjunta/colectiva é uma das técnicas de escrita de fácil adaptação aos níveis cognitivos e de aprendizagem. Numa redacção conjunta/colectiva, espera-se que os alunos se ajudem entre si, discutam, debatam e partilhem ideias, completando as aprendizagens uns dos outros. É através da troca de opiniões, da justificação de opções e do desenvolvimento do pensamento crítico e criativo, orientados por um diálogo aberto e significativo, que os alunos produzem um texto juntos. Os alunos partilham responsabilidades e, por sua vez, participam individualmente, através de ideias próprias, e mais activamente no processo de produção da redacção.


Procedimento didáctico:

Para a realização da redacção conjunta/colectiva, o professor:


Actividade 7
Técnica didáctica Interacção aos pares ou em pequenos grupos de língua.
Conteúdo Produção de textos.
Habilidades a desenvolver no(a) formando(a):
  • Produz textos de natureza diversa em línguas moçambicanas;
  • Aprimora a habilidade de leitura em línguas moçambicanas.

Esta actividade pode ser feita em uma ou duas aulas, dependendo muito da flexibilidade e criatividade do professor.

Nas primeiras aulas deste módulo, você aprendeu os métodos e as técnicas de ensino da leitura e da escrita. Como sabe, a avaliação é uma componente importante no processo de ensino-aprendizagem. A seguir apresenta-se algumas técnicas para a avaliação do saber ler e escrever.


Assista à Videoaula

Nota: O conteúdo deste vídeo contém o mesmo conteúdo do texto do Manual