Módulo 4 | Métodos de Ensino-Aprendizagem da Leitura e da Escrita

Aula 5 | Avaliação da Competência Leitora (leitura e escrita)

Avaliação da Competência Leitora (leitura e escrita)

Se assumirmos que as competências para a leitura e escrita são desenvolvidas a partir de uma parte de actividades da sala de aula que fazem com que os alunos compreendam, manipulem, produzam e se comuniquem numa dada língua, centrando a sua atenção mais no significado do que na forma, então a sua avaliação tem que ser autêntica e baseada em situações comunicativas. Ademais, ao ensinar línguas moçambicanas usando a própria língua moçambicana e criando espaço para que os alunos também falem suas línguas, o professor vai conseguir melhores resultados de aprendizagem.

Assim, avaliar a competência escrita exige que o professor saiba o que avaliar, como avaliar e quando avaliar. Para tal, há várias sugestões metodológicas, técnicas e instrumentos sugeridos na literatura. São, por exemplo, as leituras recomendadas, a recontagem, as perguntas de múltipla escolha, a escrita de produção orientada ou livre e a produção escrita de textos funcionais e de carácter utilitário.


Exemplo de recontagem:

O reconto de uma história pode acontecer usando vocabulário de sequência. O sequenciamento é uma habilidade que nos ajuda a compreender melhor o que lemos e escrevemos. Trata-se de seguir em ordem de ocorrência dos eventos, por exemplo, uso de palavras que indicam a sequência: primeiro, segundo, depois e no fim ou por último.

Exemplo:

O que aconteceu na primeira parte da história?

Na segunda parte?

E depois? E no fim ou por último?

A partir desta orientação pode-se recontar, oralmente ou por escrito, uma história e aplicar-se novo vocabulário conforme for relevante.


Actividade 8
Técnica didáctica Interacção em pequenos grupos de Língua.
Conteúdo Produção de textos.
Habilidades a desenvolver no(a) formando(a):
  • Pratica os momentos principais de desenvolvimento de uma história;
  • Reconta, por escrito (produção), histórias ouvidas.

Partilhem o vosso texto de reconto com a turma.

Para se avaliar competências de leitura e escrita, é necessário que se organize elementos de avaliação para orientar o processo e garantir que se incluam todos os requisitos que contribuam para a qualidade que se deseja. Para o efeito, segue a proposta de grelha de critérios para avaliação da leitura e da escrita em língua primeira. Observe-a atentamente, procurando reter os indicadores e as actividades propostas para uma avaliação das actividades em estudo.

Habilidades linguísticas a avaliar Competências a avaliar Indicadores de avaliação Actividades e critérios de avaliação Observação sobre o desempenho do aluno
Ler e escrever Compreensão leitora Identifica o som e o grafema correspondente às letras da sua L1.

Lê vogais, consonantes, sílabas, palavras e frases simples na sua L1.

Lê textos em letras de impressa e cursiva na sua L1.

Duração da leitura.
Realizar testes de leitura, questionários, exercícios de leitura em voz alta observando os seguintes critérios: Pronúncia correcta das palavra; articulação das letras; respeito às pausas, à pontuação e a colocação da voz.
Expressão escrita Escreve vogais, consoantes, sílabas, palavras e frases simples na sua L1.

Constrói frases e textos relacionados com o seu quotidiano na sua L1
Escrever consoantes, silabas, palavras e frases simples na sua L1.

Produzir textos de várias tipologias sobre o seu quotidiano na sua L1, obedecendo aos seguintes critérios: configuração da letra; ligação das letras duma mesma palavra; escrita na pautada; escrita correcta das palavras; coordenação frásica.
Wukambeli dra wutivi dra tindrimi Svikambelo sva wuthlarhi Svikombisu sva wukambeli Mintirhu ya wukambeli Mavonela ya mintirhu ya mudondri
Kulera ni kutrala Wutwisisi dra wuleri Ahlaya mpfumawulu ni letera dri yelanaka ni lidrimi drake.

Alera svitwali, maletera, mapeletwana, marhitu ni sviga svitrongo hi lidrimi drake.

Alera matsalwa hi maletera ya muchini ni ya mavoko hi loidrimi drake.
Kuhamba svikambelo sva wuleri, svivutisu ni mintirhu ya wuleri hi rhitu dra kutlakuka.
Wutrali dra wuyenteleli Atrhala vitwali, maletera, mapeletwana, marhitu ni sviga hi lidrimi drake

Awumba sviga ni matsalwa mayelanu ni wutomi drake dra siku ni siku hi lidrimi drake.
Kutrala maletela, mapeletwana, marhitu ni sviga svitrongo hi lidrimi drake

Kuwumba matsalwa ya tinxakaxaka ya kufambelana ni mahanyela ya siku ni siku.

Tabela 6: Proposta de grelha de critérios para a avaliação da leitura e escrita iniciais em língua primeira, adaptada do Programa de Ensino Bilingue (INDE/MINEDH, 2015) e do Guia Prático de Apoio aos Professores, (Nhapulo, 2012).


Planificação e prática da mediação de aulas sobre a leitura e escrita

No Módulo II do presente Manual, ficou a saber das técnicas e tipos de planificação aplicáveis para o contexto de ensino de línguas. Nesta aula, vai recuperar parte desse saber para a planificação e prática de mediação de aulas de leitura e de escrita iniciais ou de desenvolvimento. De referir, porém, que as habilidades de línguas são trabalhadas, na sala de aula, de forma integrada, razão pela qual, mesmo que se dê enfâse a uma delas, por exemplo à escrita, a leitura estará sempre presente.


Actividade 9
Técnica didáctica Interacção aos pares - Pensar, partilhar e apresentar.
Conteúdo Planificação de aulas de escrita.
Habilidades a desenvolver no(a) formando(a):
  • Reflecte sobre o ensino da escrita em línguas moçambicanas;
  • Planifica aulas de escrita em línguas moçambicanas.

Depois de realizarem esta actividade, verifiquem se os elementos que consideram importantes para uma boa aula de escrita estão presentes e integrados no plano de aula exemplificativo em anexo (Apêndices 3 e 4).

De uma forma geral, para que haja uma boa aula de leitura e escrita é necessário que o professor, como mediador das aprendizagens, crie um ambiente favorável para a aprendizagem. Inclui-se, por exemplo, condições adequadas do local onde a aprendizagem vai decorrer; domínio do conteúdo e estratégias de ensino-aprendizagem da leitura e da escrita; mobilização e adequação dos recursos didácticos; imaginação, criatividade e inovação do professor; etc.


Actividade 10
Técnica didáctica Interacção aos pares - Pensar, partilhar e apresentar.
Conteúdo Planificação e simulação de aulas de escrita.
Habilidades a desenvolver no(a) formando(a):
  • Planifica aulas de escrita em línguas moçambicanas para o nível primár;
  • Simula aulas de escrita em línguas moçambicanas.

Devido à sua especificidade, esta actividade pode ser feita em duas ou três aulas seguidas. Cada grupo deve saber que tipo de material didáctico deve mobilizar para tornar a aprendizagem concreta.


Assista à Videoaula

Nota: O conteúdo deste vídeo contém o mesmo conteúdo do texto do Manual