Módulo 5 | Ensino-Aprendizagem da Leitura e Interpretação de Textos

Aula 5 | Avaliação das Competências de Leitura, Compreensão e Interpretação de Textos

Avaliação das competências de leitura, compreensão e interpretação de textos

A avaliação é um processo contínuo que visa aferir conhecimentos, habilidades e atitudes dos alunos. Para que o professor possa conhecer o rendimento dos seus alunos, é necessário avaliá-los.

Não se pode avaliar competências sem o emprego da avaliação formativa. É avaliando continuamente, e ao longo de todo o processo de aprendizagem, que o professor descobre pontualmente os sucessos e as necessidades de aprendizagem de cada aluno. O objectivo final da avaliação é estimular o progresso dos alunos e ajudá-los a ultrapassar as dificuldades de aprendizagem enfrentadas.

É, igualmente, através da avaliação que o professor faz o auto-controlo do seu desempenho, o que pode determinar mudanças e formas alternativas de melhorar a planificação das suas aulas. Deste modo, a avaliação é um meio que permite verificar o alcance dos objectivos e resultados de aprendizagem, daí que haja necessidade de informar ao aluno sobre os objectivos da avaliação e posterior análise dos resultados alcançados. O(a) professor(a) deve usar o processo de avaliação para identificar alunos com dificuldades de aprendizagem e procurar metodologias alternativas para trabalhar com esses alunos.

Assim, como estratégia didáctica para a avaliação da competência de leitura, compreensão e interpretação textual, recomenda-se o seguinte ao professor:


Criar jogos de leitura que possam ser feitos em grupos, onde o(a) professor(a):

Para além dos grupos grandes (4 a 6 formandos/formandas), a avaliação da competência de leitura pode ser feita aos pares (grupos de 2 formandos/formandas), nos quais, enquanto um é leitor, o outro procura interpretar o que o colega tiver lido. Deste modo, é necessário que os alunos possuam um conhecimento básico do que lêem e do vocabulário para melhor compreenderem as ideias do texto.


Proporcionar oportunidades para leitura e interpretação de livros (revistas, magazines, jornais, etc.)

Esta estratégia visa colocar o(a) aluno(a) em constante contacto com diferentes livros para que possa melhorar a sua visão no que concerne à leitura e interpretação de textos. Para o efeito, é necessário que o(a) professor(a) seleccione e distribua pelos alunos diferentes tipos de materiais para que, sempre que tiverem aulas de línguas, façam leitura e interpretação de alguns trechos desses materiais.

O professor deve registar os dados de desempenho dos alunos nestas actividades de leitura para melhor controlo da sua evolução e para que possa identificar e prestar mais atenção aos aspectos em que eles precisam de mais apoio.


Formular perguntas de compreensão e de interpretação

Antes de orientar a aula de leitura e interpretação de texto é necessário que o(a) professor(a) prepare perguntas para fazer antes, durante e depois que os alunos tiverem lido. As perguntas devem estimular o pensamento crítico, devem exigir o raciocínio do aluno e não simplesmente repetição do que tiver sido lido.

As perguntas devem ser de todos os níveis, incluindo as que apoiam a compreensão inferencial e a compreensão avaliativa, partindo, por exemplo, de algumas palavras usadas. Tomemos como exemplos as seguintes chaves:

A seguir apresenta-se uma tabela resumo de algumas das expressões e perguntas possíveis de serem formuladas para a compreensão, interpretação e avaliação de informação de um texto.

Compreensão textual Interpretação e Avaliação da informação textual
Tipo de expressões e perguntas:
  • Segundo o texto...
  • De acordo com o autor do texto...
  • No texto diz-se que...
  • O texto informa que...
  • O autor sugere que...
  • O autor opina que...
  • Quais as personagens do texto?
  • Onde ocorreu a acção?
  • Indica o narrador do texto.
  • etc.
  • Diante do que foi exposto podemos concluir...
  • Infere-se do texto que...
  • O texto permite-nos deduzir que...
  • Conclui-se do texto que...
  • O texto possibilita o entendimento de...
  • O que achas sobre a opinião do personagem...?
  • O que farias no lugar de...?
  • Dá outro desfecho à história.
  • etc.

Tabela 7: Exemplos de perguntas e expressões para a avaliação da interpretação, compreensão e avaliação da informação textual.


Actividade 12
Técnica didáctica Actividade interactiva em grupo de línguas.
Conteúdo Perguntas e expressões para extracção e avaliação de informação textual em línguas moçambicanas.
Habilidades a desenvolver no(a) formando(a):
  • Elabora perguntas para avaliar a competência leitora nos alunos (compreensão, interpretação e avaliação da informação textual);
  • Aprimora a habilidade de escrita nas línguas moçambicanas.

Avaliação da competência gramatical

No contexto de ensino de línguas, a competência gramatical é aquela que, ao longo dos tempos, tem sido o foco da avaliação uma vez que o ensino de línguas assentava na compreensão e domínio do funcionamento do sistema linguístico, no conhecimento das normas, assim como na memorização das estruturas apreendidas. Por essa razão, há variadíssimas estratégias e tipologias de exercícios para avaliar a competência gramatical. Nas línguas moçambicanas, tipicamente aglutinantes, o funcionamento de língua é que dita as normas e por isso os tipos de exercícios devem tomar em consideração as estruturas linguísticas. Os princípios adoptados para o ensino implícito e explícito da gramática podem ser adoptados para a sua avaliação. O preenchimento de lacunas, a correcção e transformação de frases, agrupamento de palavras tendo em conta sua natureza e composição, etc.), são algumas das estratégias a adoptar.


Actividade 13
Técnica didáctica Interacção em grupos em línguas moçambicanas.
Conteúdo Elaboração conjunta de exercícios (perguntas) sobre leitura, compreensão e interpretação de um texto.
Habilidades a desenvolver no(a) formando(a):
  • Elabora perguntas em línguas moçambicanas para compreensão, interpretação, reflexão e avaliação de informação textual.

Depois de aprender as estratégias de avaliação da leitura, compreensão e funcionamento de língua, você já pode planificar e simular aulas bem como realizar actividades de avaliação. A seguir, você irá planificar e simular aulas na sua língua moçambicana.


Assista à Videoaula

Nota: O conteúdo deste vídeo contém o mesmo conteúdo do texto do Manual