Módulo 1 | Textos administrativos

Aula 1.3Relatório

A seguir à acta, que permite o registo e memória de assuntos tratados numa reunião, agora, vai desenvolver competências sobre a produção do relatório.

Deste modo, deve-se aplicar para poder desenvolver competências que lhe permitam produzir correctamente relatórios.

Texto

Leia atentamente o relatório que se segue, produzido na Escola Primária Completa de Chipadja, a respeito do desempenho do segundo trimestre.

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

GOVERNO DA PROVÍNCIA DE GAZA

DIRECÇÃO PROVINCIAL DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO HUMANO

Escola Primária Completa de Chipadja

Relatório do 2º Trimestre

Introdução

O presente relatório tem em vista reportar o decurso das actividades realizadas na Escola Primária Completa de Chipadja no segundo trimestre do ano 2017. O mesmo se enquadra no sistema de prestação permanente de contas adoptado pela instituição.

Neste relatório, serão apresentados dados sobre o efectivo escolar, decurso das aulas (planificação das aulas, assiduidade e pontualidade), aproveitamento pedagógico e perspectivas para o terceiro trimestre.

As aulas iniciaram no dia 8 de Fevereiro do ano em curso, conforme previsto nas Orientações e Tarefas Escolares Obrigatórias (OTEO), e terminaram a 6 de Maio.

1. Efectivo escolar

A Escola iniciou o ano lectivo com 798 alunos (448 M e 350 H), distribuídos por 18 turmas, da 1ª a 7ª classes, um total de 20 professores (8M e 12 H) e uma técnica administrativa.

2. Decurso das aulas

Durante o segundo trimestre, as aulas decorreram normalmente porque estavam criadas as condições básicas para o efeito, tais como:

Apesar dos esforços, do profissionalismo, do comprometimento e do trabalho árduo realizado pela comunidade escolar com vista a desenvolver as competências previstas no Programa de Ensino, em cada classe, muito há ainda por fazer pois alguns alunos apresentam dificuldades primárias a nível da leitura, escrita e operações básicas.

3. Aproveitamento Pedagógico

O aproveitamento pedagógico do segundo trimestre (81.9%) melhorou ligeiramente em comparação com o do primeiro (64.5%) como se pode ver pelo quadro abaixo.

Ciclo

Género

Inscritos

Alunos

Avaliados

de Alunos com nota positiva

% de Alunos com nota positiva

Fim do Trimestre

HM

262

254

211

83.0%

M

129

127

108

85.0%

HM

315

302

245

81.1%

M

155

157

126

84.0%

HM

221

216

177

81.9%

M

96

96

79

82.2%

TOTAL

HM

798

772

633

81.9 %

M

380

373

313

83.9%

Nota: Como se pode ler no quadro acima, dos resultados escolares aqui apresentados o aproveitamento pedagógico das raparigas é melhor do que o dos rapazes, em média 2% em cada ciclo.

4. Actividades co-curriculares

Desporto

A nível do desporto, a escola pratica as modalidades de futebol, voleibol, xadrez e atletismo, por ambos os géneros. Destaca-se, nestas modalidades, a adesão massiva tanto de alunos como de alunas ao futebol e atletismo, havendo, deste modo, necessidade de maior divulgação de outras. A nível do atletismo e futebol, a escola está bem posicionada para a fase distrital.

Produção escolar

A escola preparou canteiros para a produção de hortícolas e semeou muitas culturas, mas não teve boa colheita devido à falta de vedação, que permitiu a entrada de galinhas e cabritos da comunidade que arruinaram as culturas. Na sequência, está em curso a preparação de material para a vedação dos canteiros. A escola espera colher 200 kg de abacate.

5. Perspectivas para o terceiro trimestre

Tendo em conta os desafios referidos neste relatório, para o terceiro trimestre, a escola vai:

Compreensão do texto

Depois de ler o texto, responda com clareza às questões que se seguem.

    1. Qual é o objectivo deste relatório?

    2. A quem se destina?

    3. De acordo com o relatório, quais são os aspectos que melhoraram comparando com o trimestre anterior?

    4. Apesar dos esforços, (…), “muito há ainda por fazer, pois alguns alunos manifestam necessidades de aprendizagem de base a nível da leitura, escrita e operações básicas.”

    Pensando na sua missão como futuro professor, que acções podem ser desenvolvidas para superar as necessidades de aprendizagem acima referidas?

    5. Imagine que é director desta escola. Que medidas pode tomar para que os alunos do professor João Mavota não fiquem prejudicados?

Género textual

Ficha Informativa

Relatório

1. Conceito

Relatório é o documento através do qual se expõem os resultados de uma actividade realizada.

Um relatório pode incidir sobre um leque variado de matérias e situações: relatório de um acidente, relatório de actividades realizadas numa escola, relatório de contas de uma instituição, etc.

Os objectivos de um relatório variam de acordo com a natureza do mesmo. Geralmente, os relatórios apresentam informações que permitem conhecer o decurso de actividades, os resultados alcançados, as dificuldades enfrentadas, perspectivar desafios e tomar decisões.

2. Estrutura

Um relatório de actividades, de entre as diversas formas de organização que pode assumir, dependendo da natureza do assunto nele abordado, pode apresentar a seguinte estrutura:

A extensão de um relatório varia de acordo com a importância dos factoss relatados.

A linguagem deve ser objectiva, precisa, clara e concisa sem omitir dados importantes.

A redacção deve ser simples, com ortografia correcta e boa pontuação. Pode-se recorrer a. Recorrer a esquemas, desenhos, tabelas, fotografias, cálculos, sempre que necessário, tendo em vista facilitar a sua compreensão.

Funcionamento da língua

1. Leia atentamente as seguintes frases:

  1. Os professores daquela escola não faltam nem se atrasam.
  2. Ultimamente, os professores têm-se preocupado bastante em melhorar os resultados de aprendizagem.
  3. Agora, certamente que só os bons resultados interessam à comunidade escolar, por isso, trabalham muito e bem.
    1. Sublinhe os advérbios presentes em cada uma delas.
    2. Classifique-os.
    3. Seleccione 3 e com eles forme frases.

Funcionamento da língua

Ficha Informativa

Advérbio

1. Conceito

É a palavra que se junta a verbos, a adjectivos ou a outros advérbios para lhes determinar ou intensificar o significado. Chama-se advérbio pelo facto de, normalmente, modificar o sentido do verbo.

Ex: Os formandos chegaram cedo à escola das Práticas Pedagógicas.

As formandas são muito dedicadas aos estudos.

2. Classificação do advérbio

A classificação do advérbio é determinada pela ideia ou circunstância a que se refere, podendo ser advérbio de negação, afirmação, interrogação, lugar, tempo, quantidade, modo, intensidade, dúvida, exclusão, inclusão.

Advérbios de

A Joana caminha lentamente para a sala. (modo/forma como caminha)

As palavras onde (de lugar), como (de modo), porque (de causa), quanto (classificação variável) e quando (de tempo), usadas em frases interrogativas directas ou indirectas, são classificadas como advérbios interrogativos:

  1. Onde todos dormiram?
  2. Quando se realizou o concurso?

3. Grau dos advérbios

Os advérbios bem e mal variam em grau, podendo assumir dois graus:

comparativo e superlativo:

3.1 O grau comparativo pode ser de igualdade, superioridade ou de inferioridade.
  1. Grau comparativo de igualdade: Ele dorme tão bem quanto os irmãos.
  2. Grau comparativo de superioridade: Ela saiu-se melhor nos testes do que os colegas.
  3. Grau comparativo de inferioridade: Ela foi menos bem sucedida nos testes do que o irmão.
3.2 O grau superlativo pode ser analítico ou sintético.
  1. Grau superlativo analítico: a indicação de aumento de grau é feita através do emprego de outro advérbio: A Luciana saiu-se bastante bem no teste (muito bem, extremamente…).
  2. Grau superlativo sintético: a indicação do grau é feita com recurso ao sufixo: A Luciana saiu-se optimamente no teste.

    Jogo de leitura

Depois da leitura e interpretação do relatório, já conhece o texto em termos de forma e de conteúdo. Em seguida, organize um jogo de leitura expressiva com os seus colegas respeitando os princípios, os critérios e os passos definidos nos jogos anteriores.

Saiba Mais

Aprofunde seus conhecimentos

Produção escrita - Caligrafia

1. Copie do texto a parte correspondente ao decurso das aulas, em letra cursiva, prestando maior atenção para a correcta configuração, tamanho e ligação entre as letras. Em seguida, troque o caderno com um colega e conversem sobre os aspectos positivos e aspectos a melhorar das vossas caligrafias, em função das características apresentadas.

Nota: Antes de copiar, procure nos livros do Ensino Primário, do primeiro ciclo, textos escritos em letra cursiva, para apreciação e para que lhe sirvam de modelo e de inspiração. Preste também atenção à limpeza.

2. Elabore um relatório que reflicta a vida da sua turma no primeiro semestre. Destaque o efectivo tendo em conta o género, o relacionamento entre os alunos, a sua participação nas aulas, o seu aproveitamento pedagógico, as dificuldades enfrentadas e as perspectivas para o segundo semestre.

Elementos a ter em conta na produção textual

Conteúdo: Ideias e frases claras sobre as informações que o texto deve apresentar;

Forma: Observância da estrutura do texto a produzir;

Caligrafia: Uso de letra cursiva prestando particular atenção ao tamanho, à configuração e à ligação das letras;

Ortografia: Observância da correcção na escrita das palavras, respeitando a sequência das letras, a colocação de acentos, o uso de letras maiúsculas, etc.;

Pontuação: Selecção e colocação de sinais de pontuação de acordo com as regras;

Translineação: Divisão correcta das palavras, no fim da linha ao mesmo tempo que se observa o alinhamento lateral do texto.

Resumo

O Relatório é um texto administrativo que permite descrever actividades desenvolvidas. É um texto muito importante para os professores na apresentação das actividades desenvolvidas numa escola ou numa turma, num determinado período (trimestre, semestre ou ano).

Os advérbios mostram diversas circunstâncias tais como tempo, modo, lugar, negação, exclusão, intensidade, etc. no nosso discurso. Estas circunstâncias servem de base para a classificação dos advérbios.

Assista à Videoaula

Exercício

Os textos administrativos são muito importantes para o funcionamento das instituições, por isso é necessário continuar a reflectir sobre o seguinte:

1. Funcionalidade dos textos administrativos nas instituições

2. Os textos administrativos como conteúdos do Ensino Primário