Módulo 3 | Textos de chamada de atenção

Aula 3.5Receita de Cozinha

O Lourenço quis preparar um prato típico da sua província para a família e os seus colegas. Escolheu um prato a seu gosto e leu:

Texto extraído do livro “COMO É BOM APRENDER,

Livro do aluno – Língua Portuguesa, 4ª classe. Pág.49- Junho de 2012”

Era uma receita com muitos ingredientes, mas o Lourenço conseguiu prepará- la porque seguiu as instruções e todos gostaram do prato e pediram-lhe a receita.

Compreensão do texto

1. Responda às perguntas sobre o texto “Receita de Cozinha

  1. Quem preparou o caril?
  2. Quais são os ingredientes necessários para fazer o caril?
  3. Que tratamento se deu ao peixe?
  4. Quais são as misturas feitas na preparação?
  5. Segundo o que compreendeu, diga por que razão para o Lourenço foi fácil preparar o caril.
  6. Em quantas partes está dividida a receita em estudo? Quais são?

2. Neste texto, os verbos aparecem com a partícula apassivante se, para ocultar o sujeito. Usando os mesmos verbos no modo imperativo, refaça a receita, iniciando-a da seguinte maneira:

  1. limpa o peixe e corta-o...
  2. limpe o peixe e corte-o…

3. Vamos fazer um livro de receitas da turma? Procure junto dos seus colegas receitas de pratos de que goste.

  1. Passe para o seu caderno diário pelo menos duas receitas.
  2. Por fim, compile com os seus colegas o livro de receitas da turma. Juntem imagens para o tornarem mais interessante.

Vocabulário

  1. Retire do texto expressões de medida e de quantidade.
  2. Escreva a família das palavras: misturar, temperar e fritar.
  3. Escreva uma lista de pelo menos oito palavras relacionadas com cozinha.

Ortografia

Exercícios

1. Descubra as palavras e escreva-as no seu caderno.

Pe-ro-tem______

Ga-fo-re __________________

tar-fri_____________

to-fri _____________

rar-tu-mis _______

lho-mo _______

2. Preencha a tabela abaixo usando estas palavras: marinar, fritar, temperar, misturar, refogar, guisar, meter, cozer, limpar, grelhar, cortar, despedaçar, lavar, assar, polvilhar, estufar.

Formas de cozinhar alimentos

Formas de preparar alimentos

Funcionamento da língua

Ficha Informativa

Funções do “se”

A palavra se desempenha várias funções em diferentes contextos frásicos, podendo ser:

Quando a acção envolve dois sujeitos e cada um pratica uma acção que recai sobre o outro.

Ex: a. O Lourenço e a Marta olharam-se nos olhos para que a receita saísse bem.

b. No fim abraçaram-se, muito felizes com o cozinhado.

Indica uma condição irreal.

Ex: a. Se fizeres bem essa receita, não precisamos de fazer mais comida. (=caso faças bem…)

b. Agora estaríamos a comer se tivéssemos cozinhado mais cedo.

Saiba Mais

Aprofunde seus conhecimentos

Exercícios

Faça correspondência das funções do se com as frases.

Frases

Função do se

Com isto pode-se fazer muita comida.

Apassivante

Recíproco

Condicional

Reflexivo

E são admitidos se, além da competência, comungarem os nossos princípios.

A garota penteou-se ao espelho.

Ela converteu-se em cozinheira.

Irei à festa, se você resolver acompanhar-me.

As crianças tocaram-se sem querer.

Género textual

Ficha Informativa

Textos injuntivos ou instrucionais

A receita culinária faz parte dos textos injuntivos ou instrucionais como bulas de medicamentos, manuais para montagem ou utilização correcta de instrumentos, de máquinas, de ferramentas, de aparelhos electrónicos, de electrodomésticos, etc.

O texto injuntivo ou instrucional utiliza linguagem simples e objectiva. Visa instruir, explicar alguma coisa. Indica o procedimento para realizar algo, impele à acção, recomenda regras ou fornece instruções e indicações para a realização de um trabalho ou a utilização correcta de instrumentos, maquinaria... No entanto, permite liberdade de acção do leitor - não obriga: orienta, aconselha.

Neste tipo de texto pode-se usar como alternativas verbos no:

Partes do texto

Descrição

Exemplo de receita culinária

Título

Apresenta o nome do que se pretende realizar

Peixe com amendoim e coco

Ingredientes ou material necessário

Informa sobre o que é necessário juntar para realizar o pretendido

1 Kg de peixe

4 tomates

1 cebola

5 dentes de alho

Óleo para fritar o peixe q.b.

Coco

0,5 kg de amendoim

1 l de água

Modo de fazer/preparar/montar…

Informa sobre os passos a seguir para concretizar o pretendido

  • Limpa-se o peixe e corta-se em postas.
  • Temperam-se todas as postas com alho, sal e limão ou vinagre e fritam-se.
  • Faz-se um refogado com óleo, cebola e tomate.
  • Mistura-se ao refogado o leite de coco, a água e o amendoim.
  • Deixa-se ferver, mexendo sempre.
  • Introduz-se o peixe frito.
  • Deixa-se ao lume durante uns minutos para apurar.

1. Escreva uma receita baseada num prato de que goste ou que saiba fazer. Use frases que tenham duas das funções do se. Siga a estrutura e a linguagem deste género textual.

Leitura adicional

Este texto é também uma receita, como se vê pela estrutura.

Como fazer compostagem doméstica: passo a passo

Fazer composto orgânico a partir de restos de comida, vegetais, folhas e ramos de plantas… contribui para a preservação do meio ambiente, reduz o lixo, e produz adubo orgânico de boa qualidade que pode ajudar a melhorar a qualidade da horta caseira ou do jardim. Como produzir então um composto? Aqui vai uma receita:

Material necessário:

Modo de fazer

Prepare um lugar à sombra e com circulação de ar. Marque um rectângulo com cerca de 2 metros de comprimento e 1m de largura. Divida-o em 2 quadrados. Espete as 6 estacas nos vértices dos 2 quadrados. Se puder, use blocos soltos para os separar.

Cave um dos quadrados a uma profundidade de 15-20 cm. No buraco obtido, comece por espalhar os ramos secos para servirem de base da estrumeira com cerca de 5 cm de altura. Depois, vai montar camadas sucessivas de matéria seca (15 cm), seguida de matéria verde (10 cm) e uma camada de 5 cm de terra. Regue as 4 camadas. Novamente, coloque matéria seca (15 cm), seguida de matéria verde (10 cm) e uma camada de 5 cm de terra. Volte a regar. Monte agora as últimas camadas de matéria seca, matéria verde e ponha uma camada de areia um pouco mais que as anteriores. Regue e deixe ficar durante 15 dias. Evite que o monte fique seco, pelo que, se for necessário, volte a regar ligeiramente a última camada.

Ao fim dos 15 dias, vire este monte passando-o para o outro quadrado que abriu. Quando acabar de voltear, regue o monte, apenas para o manter húmido. Deixe passar outros 15 dias, mantendo o monte sempre húmido.

Findos os 15 dias, o estrume estará pronto para ser usado, embora possa ter alguns ramos e galhos não desfeitos totalmente. Vai usar estes materiais não desfeitos para o fundo da nova cova de estrume.

Caso chova não precisa de rega.

Nota 1: Caso o seu local seja seco ou não disponha de água para regar o monte, vai demorar mais a fazer o estrume, cerca de 6 meses e só deverá ir virando o composto de 30 em 30 dias.

Notas 2: Pode misturar casca de ovo, folhas de chá, conchas de ameijoas, búzios, lulas e cinzas. No entanto, não coloque na estrumeira restos de comida cozinhada, nem restos de carne ou peixe, nem fezes de animais como gato, cão.

Assista à Videoaula