Módulo 7 | Textos diversos

Aula 7.3A carta familiar

Antes da comunicação com recurso a telefones, e-mails e outras formas, as cartas, assim como os postais, constituíam uma forma de comunicação entre pessoas e instituições.

A seguir, vamos reflectir sobre a carta familiar, realçando a sua importância, características e estrutura. Hoje, a carta é muitas vezes substituída por e-mail.

Texto

Gaza, 30 de Julho de 2017

Querido pai,

Eu estou muito bem cá no instituto e espero que o papá também esteja trabalhando muito bem aí na África do Sul.

Escrevo esta carta para si, primeiro para informar que terminei o primeiro semestre, consegui superar as dificuldades de adaptação que enfrentei no princípio do ano que tinham a ver com o horário, muitas disciplinas, muita pressão e consegui boas notas em todas as disciplinas; segundo, para lhe agradecer por todo apoio que me tem dado, sobretudo moral, coragem e espírito batalhador que me vão permitindo enfrentar os desafios da vida e atingir os meus objectivos; terceiro, para dizer que estar aqui no instituto não é fácil, mas estou a aprender e a crescer muito, para além da formação profissional como professora, como pessoa, aprendi a conviver com os outros respeitando as diferenças, a planificar o meu tempo, a organizar-me, a cozinhar, a pilar amendoim, a cultivar e semear para explorar as nossas terras, por isso, pai, muito, muito obrigada por me ter incentivado a fazer este curso.

E como vai o tempo aí na África do Sul? Aqui faz muito frio, e nós temos que acordar cedo e dormir tarde, mas isso já não é problema, já estamos acostumados, é o nosso pão de cada dia.

Tenho falado com a mamã e com os meus irmãos ao telefone. Estão todos bem apenas se queixam das saudades de nós os dois que estamos distantes da família.

Pai, um abraço forte, bom trabalho e conto consigo na festa da minha graduação, tal como já combinámos.

Vivi

Compreensão do texto

  1. Quando e onde foi redigida a carta?
  2. Com base no texto concorda com estas afirmações? Apresente em cada caso as passagens do texto em que se baseia para as suas respostas.
    1. O pai da Vivi é emigrante.
    2. A família dela é claramente urbana.
    3. A Vivi integrou-se rápida e facilmente no instituto.
    4. Existem fortes possibilidades de o pai celebrar a graduação da filha perto dela.
    5. O que a Vivi aprende no instituto vai mudar a vida da sua família.
    6. A formação da Vivi é meramente académica e profissional.
  3. Identifique na carta o remetente e o destinatário.
  4. Com que objectivo o remetente escreveu a carta?
  5. Tendo em conta a estrutura da carta, identifique as partes principais desta carta.

Género textual

Ficha Informativa

Carta Familiar

Carta é uma conversa por escrito, dirigida a uma pessoa ausente, próxima a nós, como amigo ou familiar, a fim de partilharmos novidades e trocarmos informações.

A carta pode ser manuscrita ou dactilografada. Apesar dos vários recursos tecnológicos actualmente existentes para a comunicação pessoal, ela continua a ser um instrumento de comunicação bastante útil e utilizado.

O assunto de uma carta pessoal é livre, geralmente de ordem íntima e sentimental; o seu tamanho pode variar entre médio e grande, pois, quando é pequeno, é considerado um bilhete.

Local e data – devem ser colocados no início da carta.

Vocativo (fórmula de saudação) – pode conter apenas o nome do destinatário ou vir acompanhado de palavras de cortesia ou carinho, como, por exemplo, “Querido amigo”, “Meu caro”, “Meu querido tio”.

Texto ou corpo – no qual o remetente apresenta o assunto da carta, abordando as ideias principais do que deseja comunicar em vários parágrafos.

Despedida – pode variar de acordo com o grau de intimidade entre as pessoas envolvidas, podendo ser formal, informal ou cortês.

Assinatura – O remetente escreve o seu nome.

A carta, para ser enviada pelos correios, necessita de um envelope devidamente preenchido, no qual constarão os dados (nome completo e endereço) do remetente e do destinatário.

Funcionamento da língua

  1. Identifique e copie da carta as formas de tratamento que a Vivi utilizou na saudação e na despedida.
  2. Preencha o quadro, indicando as formas e tratamento de saudação e de despedida que usaria na redacção de uma carta para as pessoas indicadas.

Carta para:

Vocativo

Fórmula de saudação

Fórmula de despedida

Amigo

Irmã mais nova

Mãe

Professor

Director do seu instituto

Produção Escrita

Produza uma carta para um familiar à sua escolha, prestando especial atenção ao:

  1. Conteúdo: deve partilhar com o seu familiar o decurso dos seus estudos, sua importância na sua vida e o tipo de professor que deseja ser no exercício da sua profissão.
  2. Forma:

Nota: estes são alguns dos aspectos da escrita (conteúdo e forma) a que, no seu exercício profissional, deve prestar atenção no momento da orientação e demonstração aos seus alunos.

Resumo

A carta é um meio de comunicação usado em situações informais (entre pessoas) e formais (entre instituições ou entre pessoas singulares e instituições).

Dependendo da relação entre o remetente e o destinatário, deve-se seleccionar as formas de tratamento adequadas.

Formas de tratamento são um conjunto de expressões que designam o interlocutor. O conhecimento e uso correcto das formas de tratamento permite estabelecer uma comunicação polida com o interlocutor.

Saiba Mais

Aprofunde seus conhecimentos

Assista à Videoaula