Módulo 1 | Panorama Sociolinguístico de Moçambique

Aula 3 | Línguas Bantu

Línguas Bantu

A palavra Bantu significa pessoas ou povos. Inicialmente, foi usada para se referir às línguas da África Sub-Sahariana que exibem um sistema comum de concordância por prefixo. Actualmente, o termo Bantu é usado para se referir a um grupo de cerca de 600 línguas faladas por perto de 220 milhões de pessoas numa vasta região da África contemporânea, que se estende a sul da linha que vai desde os montes Camarões, junto à costa atlântica, até à foz do rio Tana, no Quénia, abrangendo os seguintes países: África do Sul, Angola, Botswana, Burundi, Camarões, Congo, Gabão, Guiné Equatorial, Lesoto, Madagáscar, Malawi, Moçambique, Namíbia, Quénia, República Democrática do Congo, Ruanda, Swazilândia, Tanzânia, Uganda, Zâmbia e Zimbabwe.


Breve historial

Como é que essas línguas se expandiram? Agora acompanhe!

Existem várias hipóteses sobre a dispersão dos Bantu. A partir de um estudo feito em cerca de 300 línguas bantu, das quais foram seleccionadas 28 consideradas mais documentadas de cada área, os estudiosos sugerem que os falantes das línguas bantu teriam inicialmente emigrado dos Camarões em direcção ao sul. Julga-se que um importante centro de dispersão bantu deve- se ter estabelecido na região de Shaba, na actual República Democrática do Congo. Uma evidência destas constatações é o facto de que as línguas faladas nesta região - por exemplo, Bemba, Kasai e Luba - possuem um alto índice do vocabulário bantu.

Guthrie (1976-1979) fez uma classificação das línguas bantu, agrupando-as em 15 zonas codificadas em letras maiúsculas (A, B, C, D, E, F, G, H, K, L, M, N, P, R, S) conforme mostra o mapa abaixo. Internamente, cada zona divide-se em vários grupos de línguas estabelecidos conforme a aproximação e distanciamento linguístico e geográfico. De acordo com esta classificação, as línguas bantu de Moçambique distribuem-se por quatro zonas diferentes, a saber: G, P, N e S.

O mapa abaixo mostra as zonas geográficas onde se falam as línguas bantu.

Mapa 1: Zonas e grupos de línguas Bantu (Guthrie, 1967-71)


Saiba Mais

Aprofunde sue conhecimento. Assista ao vídeo: Vozes de Moçambique – documentário de Yana Campos (2010).


Quais são, então, as características linguísticas das línguas Bantu?

Vamos fazer uma pequena experiência. Como se diz, no singular e no plural, cada palavra que vem no quadro abaixo. Preste atenção ao que acontece na estrutura morfológica das palavras!

Em Português Na sua língua moçambicana
Singular Plural
Pessoa
Água
Carro
Gato
Mesa
Sapato
Elefante
Casa

Tabela 2: Vocabulário para exercitação das características das línguas Bantu.


  1. O que notou com a tradução das palavras do Português para a sua língua moçambicana?
  2. Peça a um(a) colega que fala uma língua moçambicana diferente da sua, para lhe dizer como se diz ‘pessoa/s.’ O que notou?

As línguas Bantu, no geral, e as de Moçambique, em particular, são por excelência prefixais, com um sistema de géneros gramaticais em número não inferior a cinco. O género nestas línguas não é a oposição entre o feminino e o masculino. É sim, uma referência ha pares de classes de nomes que se opõem entre si em singular e plural.

As principais características das línguas Bantu de Moçambique são resumidamente apresentadas a seguir.

O que observou na tradução das palavras da Tabela 2 corresponde ao que se apresenta como as características das línguas Bantu? De que forma? Discuta com os seus colegas.


As línguas bantu de Moçambique

Quantas e quais são as línguas faladas em Moçambique? Leia o texto que se segue!

Geograficamente, Moçambique situa-se na África Sub-Sahariana. Esta região continental é linguisticamente caracterizada pela coexistência de várias línguas, na sua maioria de origem Bantu, o que faz de Moçambique, um país com uma grande diversidade étnica, linguística e cultural, como a maior parte dos países africanos. O multilinguismo de Moçambique é caracterizado pela coexistência entre línguas de origem africana, europeia, principalmente a língua portuguesa, a língua oficial do país, também considerada a língua de unidade nacional. Neste mosaico linguístico encontramos, ainda, algumas línguas de origem árabe e asiática, usadas em contextos familiares e religiosos.

Existem, no país, cerca de vinte e quatro línguas moçambicanas, também conhecidas como línguas locais ou línguas bantu. Dezanove destas línguas têm a ortografia padronizada e são usadas na educação bilingue. Nas zonas rurais, as interacções diárias desenvolvem-se quase que unicamente nestas línguas.

Distribuição das Línguas Moçambicanas por Províncias

Ordem Língua Província
1 Kimwani Cabo Delgado
2 Shimakonde Cabo Delgado
3 Ciyaawo Niassa e Cabo Delgado
4 Emakhuwa Nampula, Cabo Delgado, Niassa e Zambézia
5 Ekoti Nampula
6 Elomwe Zambézia
7 Echuwabu Zambézia e Sofala
8 Cinyanja Niassa, Zambézia e Tete
9 Cinyungwe Tete
10 Cisena Manica, Sofala, Tete e Zambézia
11 Cibalke Manica
12 Cimanyika Manica
13 Cindau Sofala, Manica e Inhambane
14 Ciwute Manica
15 Gitonga Inhambane
16 Citshwa Inhambane, Gaza, Manica e Sofala
17 Cicopi Gaza e Inhambane
18 Xichangana Maputo, Gaza, Manica e Sofala
19 Xirhonga Maputo, Gaza e Inhambane

Tabela 3: Línguas moçambicanas, com ortografia padronizada, usadas no ensino bilingue (Compilação a partir de Ngunga e Faquir (2011) & MINEDH: Estratégia de Expansão do Ensino Bilingue 2020-2029).


Actividade 5

Estudo Independente
  1. Elabore um texto expositivo - 300 palavras - relacionando os conceitos de língua e comunicação, exemplificando com base no contexto moçambicano.
  2. Será que a sua língua moçambicana possui dialectos? Se sim, indique-os!
  3. Faça o mapa linguístico do seu distrito e província.
  4. Faça um quadro resumo sobre as características das línguas bantu, apresentando exemplos da sua língua.

Resumo

Como vimos, onde há comunicação há língua e linguagem. Língua e dialecto são conceitos distintos e com estatutos diferentes. Vimos também que Moçambique é um país multilingue e multicultural, resultado da migração de povos de origem bantu, europeia e de outras origens como árabe e asiática. Geograficamente, as línguas bantu ocupam a maior parte da África Austral, a sul da linha divisória que vai desde os montes Camarões - África Ocidental - até à foz do rio Tana - África Oriental.


Assista à Videoaula

Nota: O conteúdo deste vídeo contém o mesmo conteúdo do texto do Manual