Módulo 2 | Sistema de Sons e Ortografia das Línguas Moçambicanas

Aula 1 | Princípios Básicos de Leitura e Escrita das Línguas Moçambicanas

ORTOGRAFIA DAS LÍNGUAS MOÇAMBICANAS

Entre os vários conteúdos abordados no módulo anterior, você aprendeu a diferença entre língua e dialecto. A língua é o meio pelo qual uma comunidade linguística realiza as suas interacções, ao passo que dialectos/variantes são as diferentes formas de realização de uma mesma língua. Portanto, não é correcto dizer que o Emakhuwa ou o Xichangana são dia- lectos. O Emakhuwa e o Xichangana são línguas e, tal como quaisquer outras línguas, estas também possuem as suas variantes ou dialectos.

Você aprendeu também que o multilinguismo, o multiculturalismo e a multietnicidade são as principais características do panorama sociolinguístico de Moçambique. Ademais, as línguas moçambicanas, a par da língua portuguesa, são úteis e necessárias para o desenvolvimento do país. Sendo a Educação o motor do desenvolvimento, ela deve tomar em consideração as línguas moçambicanas.

Neste módulo, você vai aprender as regras de leitura e escrita das diversas línguas moçambicanas, incluindo a sua.


Princípios básicos de leitura e escrita das línguas moçambicanas

Os termos ortografia e escrita não constituem novidade para si. O que pode ser novo é se há uma relação entre ambas e como se concretiza em cada língua particular. Para iniciar com essa reflexão, faça o exercício que se segue:


Actividade 1

Trabalho aos pares

Preste atenção ao quadro seguinte:

1. Traduza para a sua língua moçambicana as palavras nele contidas ou escreva os nomes das imagens conforme os casos;

2. Partilhe o que escreveu com o/a seu/sua colega que fala a mesma língua que a sua ou uma que seja próxima.

Em Português Na sua língua moçambicana
Singular Plural
Pessoa
Sonhar
Direito
Mulher
Dia

Tabela 4: Exercício de escrita do vocabulário básico.


Acha que escreveu bem as palavras pedidas? Ao partilhar com o seu colega, houve alguns contrastes na forma de escrever de uma ou várias palavras? Chegaram a um acordo sobre quem realmente escreveu bem nessa língua? Qual é o sistema ortográfico de referência que usaram na escrita das palavras na língua moçambicana seleccionada?


Saiba Mais

Aprofunde sue conhecimento. Assista ao vídeo: Amarildo Ajasse lê “ Grito Negro” de José Craveirinha.


Todas as línguas do mundo podem ser escritas?

A escrita é um sistema de representação gráfica de uma língua por meio de sinais gravados ou desenhados num suporte. Noutros termos, é um método de comunicação humana que se realiza através de sinais visuais que constituem um sistema. Geralmente, quando representamos as palavras da nossa língua na escrita, usamos um certo número de sinais gráficos, que são as letras.

Ao conjunto ordenado das letras de que nos servimos para transcrever os sons da linguagem falada, denomina-se alfabeto. Portanto, cada língua particular tem o seu alfabeto, resultado de uma convenção e de entendimento entre os falantes dessa língua. Mas, por si só, não basta para se estabelecer o sistema de escrita de uma língua. Deve haver regras ou normas que orientam essa representação gráfica da fala humana. Assim, ao conjunto de sinais gráficos (letras e sinais de pontuação) e das normas sistematizadas que regem a sua combinação para a representação dos sons da fala, denomina-se ortografia.

Há várias estratégias que se usam para estabelecer a ortografia de uma língua. Para o caso das línguas moçambicanas, adoptou-se uma estratégia de base fonética, em que, em princípio, cada som da fala é representado unicamente por um grafema. Ou seja, as vogais e as consoantes das línguas moçambicanas não mudam os seus valores fónicos independentemente dos contextos em que ocorrem. O mesmo já não acontece com algumas línguas como a portuguesa, em que um grafema (letra) pode, dependendo do contexto de ocorrência, representar vários sons. Por exemplo, a letra ‘s’ pode ter vários sons, como ilustram as seguintes palavras: (i) teste, (ii) trânsito, (iii) sapato, entre outras. Para um entendimento prático sobre as diferentes formas de escrita das línguas do mundo, façam a actividade a seguir.


Actividade 2

Trabalho em grupo
  1. Individualmente ou em pares, procurem, na biblioteca da escola, na comunidade, na internet ou noutro lugar, textos escritos nas línguas moçambicanas e em Português;
  2. Em grupos de 3 a 4 formandos e formandas, comparem os sistemas ortográficos entre os textos escritos que os membros do grupo trazem;
  3. Partilhem as vossas conclusões com os restantes colegas da turma.

Resumo

O princípio básico na escrita das línguas moçambicanas é: um grafema representa um e um único som. Independentemente do ambiente de ocorrência, as vogais e as consoantes são pronunciadas como elas são. Essas particularidades são quase idênticas para todas as línguas bantu, exceptuando casos específicos em que podem ser o resultado de adopções e convenções em cada língua.


Assista à Videoaula

Nota: O conteúdo deste vídeo contém o mesmo conteúdo do texto do Manual