Módulo 6 | A Escrita e sua Prática nas Línguas Moçambicanas

Aula 3 | Textos Multiuso

Textos multiuso

Os textos multiuso são de utilidade múltipla, ou seja, são textos usados para diferentes fins. São exemplos os textos informativos (jornal, reportagem, crónica); textos expositivos (explicativos e argumentativos).


Actividade 13

Trabalho aos pares
  1. Forme um par com um colega que fale a mesma língua moçambicana que a sua ou que fale uma língua próxima à sua;
  2. Leiam, atentamente, o texto sobre o acesso a contraceptivos;
  3. Extraiam do texto termos técnicos e/ou palavras que considerem de difícil compreensão;
  4. Procurem o seu significado/explicação ou definição num dicionário de Português;
  5. Traduzam o texto para a vossa língua moçambicana de trabalho;
  6. Juntem-se a outro par de colegas que tenham a mesma língua moçambicana de trabalho que a vossa, comparem os textos, corrijam e façam a reescrita dos mesmos;
  7. Depois afixem os textos na vitrina da turma ou do IFP para que os outros colegas os leiam.

Texto

ACESSO A CONTRACEPTIVOS AINDA ABAIXO DA META

O Ministério da Saúde (MISAU) estima em 27% o uso de todos os métodos contraceptivos em mulheres casadas, na faixa etária de 15 aos 49 em Moçambique.

No entanto, evidências científicas mostram que, se o país conseguisse proporcionar o acesso a contraceptivos para as mulheres que queiram adiar a gravidez ou parar de ter filhos reduziriam em 73% os casos de gravidez não planificada, assim como baixariam em 25 a 35% as mortes maternas.

Segundo os dados do MISAU, se as mulheres tivessem meios adequados para espaçar a gravidez por um período de três anos, poder-se-ia evitar a morte de 18% de crianças que morrem até aos 28 dias, de 24% de recém-nascidos que perdem a vida até ao primeiro ano de vida.

A informação foi revelada pela Chefe do Departamento de Saúde da Mulher e da Criança no MISAU, Páscoa Wate, que falava recentemente por ocasião do Dia Mundial da Contracepção, que se assinalou a 26 de Setembro.

A contracepção constitui, segundo Wate, um conjunto de métodos químicos ou mecânicos que permitem que as mulheres previnam a gravidez. Ela integra os serviços oferecidos no âmbito do planeamento familiar a homens e mulheres de todas as idades a fim de definirem o número e a altura para ter filhos, assim como o seu espaçamento.

Segundo a fonte, existem métodos de curta duração (o preservativo e a pílula), a injecção com uma duração de três meses; o dispositivo intra-uterino (DIU), mais conhecido por “aparelho”, que pode ir até aos 12 anos. Há também os permanentes, aconselháveis para as pessoas com muitos filhos e que não querem mais procriar.

No entanto, problemas como a dificuldade de acesso às unidades sanitárias, crenças de ordem cultural no contexto familiar, associadas à limitação do sector da saúde, minam o sucesso deste método.

Páscoa Wate apontou, como exemplo, que não obstante a cobertura da rede sanitária estar um pouco acima de 60%, as dificuldades são ainda enormes.

Enquanto nos centros urbanos a distância até a uma unidade sanitária é curta, o mesmo não se pode afirmar em relação ao meio rural, onde, nalguns casos, as pessoas têm que percorrer 30 a 40 quilómetros para encontrar uma unidade sanitária. Aliás, nestas regiões dificilmente existe transporte público para levar os doentes ao hospital (…)

In: Jornal Notícias, 04 de Dezembro de 2017, adaptado


Actividade 14

Trabalho independente

Com base no tema “educação, ética e trabalho”:

  1. Elabore um texto de natureza expositiva (argumentativo ou explicativo) na sua língua moçambicana de trabalho;
  2. Troque o texto com um colega falante da mesma língua moçambicana que a sua ou de uma língua próxima à sua;
  3. Faça as correcções necessárias no texto do colega e apresente sugestões para o melhoramento do mesmo;
  4. Reescreva o seu texto, corrigindo-o ou inserindo as sugestões apresentadas pelo colega;
  5. Apresente-o à turma em actividades de leitura.

Os melhores textos serão expostos na vitrina da turma ou da escola para consumo público.


Textos de chamada de atenção

Os textos de chamada de atenção constituem um grande grupo de textos técnicos, pois requerem um conhecimento específico de redacção para cada um deles. Estes visam advertir ou comunicar uma novidade, seja por via oral ou por escrito. São exemplos o aviso, o regulamento, a convocatória, a circular, o ofício e o memorando.


Actividade 15

Trabalho aos pares

Uma empresa de distribuição de livros escolares não conseguiu entregar a tempo os livros numa escola primária. A mesma pretende endereçar uma carta à referida escola, na língua falada localmente, para esclarecer o ocorrido.

  1. Dois a dois, elaborem uma carta comercial, na vossa língua moçambicana dirigida ao director dessa escola;
  2. A carta deve ter: data, vocativo, explanação do assunto, fecho e assinatura;
  3. Podem trocar as cartas com outros pares para correcções e sugestões;
  4. Reescrevam as vossas cartas e afixem-nas na vitrina da turma.

Jornal da turma

O jornal da turma é uma ferramenta para a produção e recolha de notícias em línguas moçambicanas para serem afixadas e lidas pela comunidade escolar. É uma obra do grupo que participa activamente da edição. A proposta tem mais impacto que o jornal da escola como um todo, onde as turmas participam apenas com alguns textos e o processo de edição fica distante.


Actividade 16

Trabalho em grupo
  1. Formem grupos linguísticos de 5 formandos e formandas;
  2. Cada grupo deve preparar uma notícia, na sua língua moçambicana de trabalho, sobre acontecimentos internos do IFP;
  3. As notícias preparadas devem ser afixadas no quadro da turma para uma posterior leitura;
  4. De uma forma rotativa, os grupos devem apresentar as notícias recolhidas durante a semana. Esta actividade pode ser semanal;
  5. Os outros colegas devem acompanhar as notícias para possíveis questionamentos ou comentários sobre as mesmas, e posterior debate de algumas na turma.

Actividade 17

Trabalho independente
  1. Elabore o seu curriculum vitae (CV) na sua língua moçambicana. O CV deve seguir as regras de redacção deste tipo de documento, nomeadamente:
  2. Depois troque o seu CV com um(a) ou dois(duas) colegas que falam a mesma língua que a sua. A partir das correcções, e sugestões dos colegas, reescreva o seu CV. Pode apresentar o seu CV ao Projecto Clube de Leitura em Línguas Moçambicanas.

Actividade 18

Trabalho em grupo

Imaginem que devem preparar materiais didácticos e precisam de contos em línguas moçambicanas, para ensinar a leitura e a escrita nestas línguas. Vocês vão precisar de material local, relevante ao vosso futuro público-alvo, crianças e adultos. Vocês não possuem a matéria-prima que são os textos, mas precisam de produzi-los.

  1. Organizem-se em grupo;
  2. Façam o plano de recolha de 4 contos: dois infantis e dois para a educação de adultos;
  3. Peçam permissão para gravar e fotografar (se for o caso);
  4. Gravem os contos;
  5. Transcrevam e editem os contos;
  6. Ilustrem os contos;
  7. Publiquem uma brochura da turma com contos de diferentes línguas moçambicanas.

Saiba Mais

Aprofunde sue conhecimento. Assista ao vídeo.


Resumo

A escrita é um dos principais indicadores do desempenho escolar. Ela é subcategorizada em compositiva e não compositiva. A prática da escrita é uma actividade que deve ser contínua para o aprimoramento da sua escrita e dos seus futuros alunos e alunas, e, também, alfabetizandos e alfabetizandas, jovens e adultos (as). Lembre-se, a escrita pode ser autónoma, mas é mais interessante quando deriva de outras actividades como a oralidade e a leitura.


Assista à Videoaula

Nota: O conteúdo deste vídeo contém o mesmo conteúdo do texto do Manual